A Carreira no Direito internacional

A Carreira no Direito Internacional é uma vertente em pleno crescimento no Brasil.

Mas, qual é a explicação para o avanço da área do direito internacional?

Recente censo realizado pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil apurou que no ano de 2018 o número de advogados no Brasil superará a marca de 1 milhão de profissionais.

Atualmente o Brasil se encontra em segundo lugar no mundo em volume de advogados, somente ficando atrás dos Estados Unidos, país que lidera o numero mundial de advogados para cada 100.000 habitantes.

E mais, este número é ainda mais impressionante quando se calcula o volume de advogados por habitantes, que atinge um patamar superior a 360 advogados para cada 100.000 habitantes.

Em outro cálculo que contempla números absolutos de advogados, a India superaria o Brasil, com um total de 1,1 milhão de profissionais jurídicos.

Porém, em razão de sua imensa população este cálculo cai para uma média de 90 advogados para cada 100.000 habitantes.

E como é possivel a um advogado construir uma carreira de sucesso neste gigante universo de profissionais liberais?

A resposta não é simples. Ou melhor, não há uma resposta definitiva, mas sim um conjunto de premissas que aumentam as chances de êxito na carreira do causídico.

São elas:

1 – Especialização;

2 – Diversificação;

3 – Inovação;

4 – Aprimoramento;

Juntando algumas destas premissas, diversos profissionais identificaram a carreira na área do direito internacional como uma boa vertente de trabalho.

De fato, a área do direito internacional compila praticamente todas as áreas tradicionais do direito. Temos o direito de família, tributário, penal, dentre outras.

Estas disciplinas se somam as áreas do direito de imigração, da arbitragem, dos contratos internacionais. A soma de ambas vertentes ampliam ainda mais o campo de atuação e de oportunidades de carreira profissional.

Porém a atuação na área do direito internacional demanda um grande empenho do advogado.

Alguns elementos pessoais auxiliam na construção da carreira internacional.

No âmbito acadêmico o conhecimento de outra lingua, preferencialmente o inglês é obrigatório.

A formação em uma universidade de primeira linha é recomendável, uma vez que possibilitará o estágio em grandes escritórios de advocacia, que em sua maioria se dedicam a área do direito internacional.

Pesquisa e leitura.

A carreira no direito internacional demanda leitura de textos, revistas juridicas, estudos e outros periódicos internacionais redigidos por colegas estrangeiros que ampliam a visão do mundo juridico no exterior.

Este material permite ao advogado saber quem são os grandes escritórios internacionais. Também é possível acompanhar as causas relevantes em andamento. Conhecer os profissionais afamados. Entender a estrutura juridica adotada em outros países, como a Common Law, o Direito Consuetudinário, dentre outros.

O estudo em uma Universidade Estrangeira, participação em cursos internacionais, seminarios e pós-graduações não são fundamentais. Mas se alcançados alavancarão a carreira profissional em um nível exponencial.

Uma outra observação é notar o profundo nível de especialização dos colegas estrangeiros.

Os advogados americanos constroem suas carreiras especializando-se em subdivisões específicas do direito. Por exemplo, na área tributária focada exclusivamente em um único tributo.

Ou seja, se limitando a esta modalidade  jurídica e não praticando qualquer outra atividade diversa.

Neste especifico ramo de especialidade, o profissional terá uma maior oportunidade. Inclusive de ser tornar um expoente de sucesso em razão de seu profundo domínio do assunto.

Observadas estas premissas. As possibilidades de trabalho do advogado brasileiro se multiplicarão, permitindo ao profissional prestar serviços a pessoas de outros países, extrapolando os limites estatísticos de seu próprio país.

Nosso escritório se dispõe a orientar qualquer profissional que busque conhecer melhor as boas práticas na área internacional.

Obrigado!

Por: MAURÍCIO EJCHEL
Especialista em Direito Internacional. Dr. Maurício Ejchel atua há 20 anos como advogado. conselheiro jurídico. e consultor de empresas estrangeiras e nacionais. Bacharel em Direito formado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1994). Foi admitido a Ordem dos Advogados do Brasil (1995). tendo posteriormente cursado. dentre outros, o General Course of Public International Law na “The Hague Academy of International Law” (1999). e o Programa ILJ International Legal Theory na “New York University Law School (NYU). LLM Estrangeiro” (2002). Administra dinâmico escritório de advocacia empresarial em São Paulo fundado em 1996. gerindo grande volume de processos. tendo o escritório expandido a operar também nos Estados Unidos (2013), Colômbia (2014), Portugal e Panamá (2016).

3 comentários em “A Carreira no Direito internacional

  • Olá, meu nome é Anderson e sou estudante do 2° semestre concursos Direito na Universidade São Judas Tadeu. Eu ainda não sei qual área do Direito quero estudar, mas vejo com bons olhos a área do Direito Internacional. Gostaria de conhecer um pouco mais sobre a área assim como o mercado de trabalho para quem se especializa na área.

  • Boa tarde. Sou jovem advogada e estou pretendendo me especializar em Direito Internacional. No final do texto vocês se colocaram à disposição para orientar profissionais interessados na área. Gostaria de algumas dicas sobre como começar minha atuação nessa área. Além dos cursos necessários , por onde devo começar a atuar. Grata.

    • Olá Valdjane,

      Como você pretende militar na área do direito internacional, sugiro inicialmente se aprofundar em um ramo do direito no Brasil que lhe interesse, como, por exemplo, direito tributário, criminal ou imigratório. Uma vez tendo base nesta área você poderá partir a lidar com assuntos internacionais dentro deste segmento. Minha sugestão é estudar os livros do Professor Valério Mazzuoli, que é um dos principais teóricos da área. Espero ter ajudado!

      Mauricio Ejchel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ir para a barra de ferramentas